Como ter um relacionamento aberto

relacionamento abertoMuitos homens desejam secretamente um relacionamento aberto, mas só de pensarem na reação da parceira, acabam fugindo deste desejo. Alguns até esperam que a namorada ou a esposa proponham um relacionamento aberto.

Por outro lado, alguns homens ficam apreensivos quando isso acontece… Principalmente, quando acreditam que encontraram a mulher dos seus sonhos e não querem dividi-la com mais ninguém.

Nestes casos, o que você deve fazer? 1) Ser contra esta situação, insistir em uma relação monogâmica e arriscar perder essa mulher. 2) Entrar no jogo e arriscar enlouquecer por causa do ciúmes. 3) E aqui, a nossa melhor sugestão: fazer essa situação funcionar para os dois.

Para te ajudar a fazer este relacionamento aberto funcionar, vamos te dar algumas dicas essenciais:

Vá com calma

Para que os relacionamentos abertos tenham chances de sucesso, você precisa estar empenhado quando começar a sair com outras pessoas. Se você não estiver, ou se você começar a mentir sobre isso, sua relação será condenada ao fracasso.

Sim, é claro que nestes relacionamentos abertos um dos parceiros geralmente está mais entusiasmado do que o outro (dica: costuma ser aquele que propôs o relacionamento aberto). O segredo aqui é deixar o parceiro que está mais hesitante pensando um pouco e analisando seus sentimentos, para que ele possa tomar uma decisão.

Definir limites

Ao embarcar em um relacionamento aberto, imagine todos os cenários possíveis e tente pensar nas suas reações. Isso é um exercício valioso, que vai te ajudar a desmistificar muitos dos medos que você sente, e que também vai te ajudar a definir os limites para esta nova situação.

Vocês podem combinar, por exemplo, de sempre usarem preservativos com outros parceiros. Aliás, isso é muito importante para a sua saúde. Também aconselhamos que não transe com amigos, prefira só ter relações sexuais com outras pessoas. Isso evita complicações no futuro.

E definir limites não significa impor leis rígidas e invioláveis. Um relacionamento evolui ao longo do tempo e vocês dois podem aos poucos analisar esses limites, vendo se eles são muito castradores ou muito liberais.

Sugerimos que, para o bem da sua relação e para que nenhum dos dois esqueça o que foi combinado, vocês escrevam esses limites em algum lugar, mantendo assim o compromisso e a responsabilidade.

sites de relacionamentosNão fique sozinho

Esta experiência a nível de casal pode ser difícil no começo para os dois. O ideal seria encontrar um casal amigo, ou conhecido, que pudessem te ajudar nessa nova experiência.

Caso vocês não tenham um casal amigo assim, vocês podem procurar em sites de relacionamentos, grupos e fóruns por pessoas que contam suas experiências em seus relacionamentos abertos. Seja como for, é bom ouvir o máximo de relatos possíveis antes de entrar em um relacionamento aberto.

Não faça comparações

Um relacionamento aberto é uma forma excelente de se você se conhecer e elevar sua autoestima. Diante de um relacionamento aberto, a insegurança de poder perder a sua parceira pode te ajudar a “crescer” e amadurecer, pois vocês precisarão conversar mais, criar mais situações positivas. Concentre-se em tudo aquilo que você aprecia em você mesmo; pratique exercícios físicos; aprenda algo novo; siga novas paixões e conheça pessoas diferentes.

Aprenda a linguagem

Qualquer atividade, como surfar ou criar cachorros, tem seus jargões próprios. Um relacionamento aberto não é diferente. Há aqui alguns termos que é bom você conhecer e ter sempre em mente.

Você, por exemplo, pode ser um monogamish, o que significa que você e a sua parceira concordaram em ter algum grau de atividade sexual fora do relacionamento. Você pode ser também um poliamoroso (literalmente, “muitos amores”), o que significa que você e a sua parceira podem se envolver com outras pessoas não somente a nível sexual, mas amoroso também. Swinging, geralmente, é utilizado para designar os casais que trocam de parceiros sexuais.

Outra palavra interessante para se conhecer é o compersion. Ela, muitas vezes, é definida como o sentimento positivo que você experimenta quando a sua parceira desfruta e sente prazer com outra pessoa. Você pode não acreditar, mas há muitos homens que possuem uma grande capacidade de compersion. Há outras expressões além das citadas aqui, mas estas são as mais comuns.

Como lidar com os ciúmes

Uma das primeiras coisas que as pessoas mais querem saber sobre os relacionamentos abertos é a forma como elas podem lidar com os ciúmes que poderão surgir quando alguém estiver com a sua parceira.

Antes de mais nada, temos de definir os dois tipos de ciúmes que caracterizam esse sentimento:

1) Ciúmes disposicionais – significa que sentir um pouco de ciúme faz parte da sua personalidade.

2) Ciúmes incidentais – significa que certas atividades ou situações despertam o ciúme em você conforme elas acontecem.

O ciúme de disposição é o que mais te impede de aproveitar plenamente um relacionamento aberto. O despertar constante do sentimento pode desgastar não só a você, mas também ao seu parceiro e a sua relação.

O ciúme incidental te ajuda a reforçar a sua autoestima, a experimentar e a cultivar a compersion. No fundo, quando você começar a aceitar e a entender o que despera esse ciúme, você aprenderá a evitar essas situações e a tirar proveito delas.

Site de relacionamentos

Outro problema que surge quando os casais decidem experimentar o relacionamento aberto é conseguir encontrar pessoas para saírem. A melhor solução é procurá-las nos sites de relacionamento.

Com isso, vocês poderão não apenas procurar juntos por pessoas que combinem com vocês e com seus interessem, como também poderão escolher juntos um parceiro sexual para cada um. Já que vocês decidiram viver em um relacionamento aberto, por que não tentar encontrar alguém para o seu parceiro? Esta é uma forma de vocês dois sentirem que se aceitam como cada um é e que, apesar de estarem em um relacionamento aberto, e que se preocupam com a felicidade e com o prazer do outro.

Não tenha medo. Saia da sua zona de conforto e aprenda mais sobre você mesmo e sobre sua parceira. Quem disse que um relacionemento sério deve ser exclusivo?